Notícias

Acidente na largada prejudica BMW Team Brasil em Silverstone

Os trios brasileiros se envolveram em um acidente logo após o início da prova. Mesmo assim, Bueno, Jimenez e Fraga conseguiram se recuperar, conquistando mais de 30 posições ao longo da corrida. Os companheiros Brito, Abreu e Stumpf não tiveram a mesma sorte e abandonaram

Foi um começo de prova tumultuado e um acidente logo na largada da segunda etapa do Blancpain Endurance Series, neste domingo (dia 24), em Silverstone (Ing), prejudicou os trios do BMW Team Brasil. Largando no meio do pelotão da prova, que contou com 61 carros, os pilotos do time brasileiro se envolveram em um acidente, que comprometeu o desempenho da equipe na etapa.

Átila Abreu, que corre ao lado de Valdeno Brito e Matheus Stumpf no BMW Z4 #77, largou em 30º lugar e não conseguiu desviar de outros carros, após uma rodada a sua frente, e acabou acertando o BMW Z4 #0, que no momento era pilotado por Sérgio Jimenez (que partiu da 26ª posição).

O acidente prejudicou os dois carros. Abreu, com a suspensão quebrada, foi para os boxes e recolheu. O time ainda fez um grande trabalho para tentar recuperar o carro, mas considerou melhor poupar o equipamento. Já Jimenez teve um pneu furado, trocou e voltou pra prova na 58ª posição em busca de posições. Pouco a pouco, o BMW Z4 #0 foi escalando o pelotão e mantendo um ritmo forte também com Cacá Bueno e Felipe Fraga. O trio terminou a prova em 26º no geral e 17º na categoria Pro.

A vitória após as três horas de disputa foi dos pilotos Rob Bell, Shane van Gisbergen, Kevin Estre, que correm com uma McLaren 650 S GT3. O trio Jean-Karl Vernay, Robin Frijns, Laurens Vanthoor (Audi R8 LMS Ultra) chegou em segundo e lidera a série endurance, que terá sua próxima etapa no dia 20 de junho, em Paul Ricard (Fra). Antes, porém, o BMW Team Brasil disputa a etapa de Zolder (Bel) do Sprint Series, no dia 7 de junho. O time brasileiro – comandado por Antonio Hermann e Washington Bezerra – é vice-líder na série e já conquistou uma vitória e pódios.

Após a prova deste domingo, Jimenez lamentou o incidente com os companheiros, mas ressaltou o bom ritmo do BMW Z4 #0 durante a prova. “Nosso ritmo era bom, mas a batida na largada nos tirou todas as chances. Vim para o box com o pneu furado e acabamos perdendo uma volta, o que comprometeu toda a corrida. Mesmo assim, nos recuperamos muito em apenas três horas. Agora é pensar em Zolder, nossa próxima etapa no Sprint Series, e depois trabalhar para as corridas de endurance, que estão sendo mais complicadas para nós no momento”, destacou o piloto paulista.

O tocantinense Felipe Fraga, de 19 anos, também ficou chateado com o acidente logo na largada, mas saiu da pista satisfeito com seu desempenho no último stint da prova. “Uma pena termos esse acidente com os dois carros da equipe, mas conseguimos nos recuperar muito bem e tínhamos um ritmo bom, que sem o acidente poderia ter nos deixado entre os dez ou 15 primeiros. Mas estou feliz por ter andado bastante. Meu ritmo foi bom e estou com o sentimento de dever cumprido, mas foi uma pena. Vamos focar pra próxima e tentar melhorar o nosso carro cada vez mais”, disse o piloto.

Também chateado, Átila Abreu explicou o ocorrido na largada. “Largando em 30º é muito tumultuado, no meio do pelotão, onde você tem pilotos experientes, outros um pouco menos, por conta da divisão de categorias, e com isso dá uma embolada e fica um pouco complicado. Infelizmente, um carro rodou no meio do S de alta e os outros carros começaram a frear. Eu puxei pra grama, pra desviar e evitar um acidente, mas não consegui e acabei encostando no Jimenez. Ele acabou sendo prejudicado, eu também. Quebrou a nossa suspensão e no carro deles furou o pneu. Mas foi um incidente de corrida. Fico chateado, porque nem conseguimos andar com o nosso carro para sentir o ritmo de corrida, poder avaliar, já que a gente vem trabalhando e evoluindo o carro durante as corridas e seria um experiência para ganhar mais afinidade com o carro. Sem dúvida, tivemos uma perda de aprendizado”, comentou. “A equipe tentou arrumar o carro, tentamos dar uma volta, mas o carro ainda tinha alguns problemas e achamos melhor não desgastar o equipamento. Mas, apesar de tudo, a equipe vem evoluindo bastante, e é preciso destacar toda a dedicação dos mecânicos, dos engenheiros e o clima na equipe que é muito bom, então acredito que vamos colher melhores resultados este ano”, concluiu o piloto de Sorocaba, no interior de São Paulo.

Brito, que também divide o BMW Z4 #77 com Abreu no Sprint Series, lembrou que acidentes acontecem e o objetivo agora é trabalhar para a etapa do Sprint, onde eles já conquistaram dois segundos lugares na temporada. “Foi uma pena o acidente na primeira volta, mas corridas têm dessas coisas. O foco agora é a próxima etapa do Sprint em Zolder”, afirmou o paraibano.

Para Stumpf, que voltou ao time, também ficou o sensação de que em breve os resultados virão. “Infelizmente, mal começamos a corrida. Sessenta e um carros dividindo a primeira parte do circuito é sempre bem complicado e tivemos o azar do acidente. Tentamos arrumar o carro nos boxes, a equipe trabalhou o mais rápido possível e muito bem, mas já não valia mais a pena a gente continuar andando. Seria só pra arriscar e gastar o equipamento. Mas gostei bastante de ter voltado ao time, me sinto em casa, e espero que na próxima dê tudo certo e que a equipe consiga um ótimo resultado, porque todos trabalham muito aqui e merecem”, finalizou o gaúcho.

Confira o resultado da segunda etapa do Blancpain Endurance Series (Top-10)
:
1 PRO Rob Bell, Shane van Gisbergen, Kevin Estre (Von Ryan Racing McLaren 650 S GT3) 84 voltas
2 PRO Jean-Karl Vernay, Robin Frijns, Laurens Vanthoor (Belgian Audi Club Team WRT Audi R8 LMS Ultra) a 23.281
3 PRO Frank Stippler, Stephane Ortelli, Stephane Richelmi (Belgian Audi Club Team WRT Audi R8 LMS Ultra) a 44.793
4 PRO Marco Bonanomi, Filip Salaquarda, Frederic Vervisch (ISR Audi R8 LMS Ultra) a 48.407
5 PRO Sean Walkinshaw, Martin Plowman, Craig Dolby (MRS GT Racing Nissan GT-R Nismo GT3) a 56.787
6 PRO Maximilian Buhk, Maxime Soulet, Andy Soucek (Bentley M-Sport Bentley Continental GT3) a 59.627
7 PRO Rinat Salikhov, Marco Seefried, Norbert Siedler (Rinaldi Racing Ferrari 458 Italia) a 1:04.614
8 PRO Giovanni Venturini, Adrian Zaugg, Mirko Bortolotti (GRT Grasser Racing Team Lamborghini Huracan) a 1:08.715
9 PRO Steven Kane, Andy Meyrick, Guy Smith (Bentley M-Sport Bentley Continental GT3) a 1:09.644
10 PRO Klaus Graf, Nico Bastian, Stef Dusseldorp (ROWE Racing Mercedes SLS AMG GT3) a 1:26.319
26 PRO Felipe Fraga, Caca Bueno, Sergio Jimenez (BMW Sports Trophy Team Brasil BMW Z4) a 1 volta
NC PRO Valdeno Brito Filho, Atila Abreu, Matheus Stumpf (BMW Sports Trophy Team Brasil BMW Z4) a 82 voltas

Para mais informações sobre a equipe acesse:
www.bmwteambrasil.com.br
Facebook: facebook.com/bmwteambrasil
Twitter: twitter.com/bmwteambrasil

Informações para Imprensa
FGCom
Fernanda Gonçalves / Beatriz de Paula
Tel: 11 4116-5509
fernanda@fgcom.com.br / beatriz@fgcom.com.br
www.fgcom.com.br

Marketing
HUB-LUB

Beto Juliano
Tel. 11 5531.8794
contato@hub-lub.com.br

  • Tags: 2ª etapa, Blancpain Endurance Series, BMW Team Brasil, Silverstone,
  • Compartilhamento:

Categorias

Visualizar notícias por: